Orientação para Pais:

Os pais que estão preocupados com a formação de seus filhos, por vezes encontram grandes dificuldades para tomar decisões sobre o desenvolvimento desta tarefa.

Criar um filho não é tarefa fácil. Muitas vezes parece mais prático e viável simplesmente reagir, cedendo a birras e má-criações. Em outros momentos, ainda, a exigência associada ao excesso de regra e limites parece ser o caminho mais seguro para garantir que um filho seja da maneira como os pais gostariam que ele fosse. Já a superproteção pode contribuir para a formação de uma pessoa frágil e insegura, pois ensinamos à criança que não é ou será capaz de fazer por si mesma e de se cuidar, que alguém sempre terá que fazer por ela. Assim, as queixas mais frequentemente trazidas pelos pais que procuram uma orientação se relacionam às dificuldades de impor regras e limites, além da dúvida a respeito de como proceder para ensinar aos filhos maneiras adequadas deles agirem nas mais diversas situações.

A intervenção psicológica vem para auxiliar em diversas formas de manejo para promover situações de ensino, construir uma autoestima saudável , autonomia da criança e na contribuição de uma melhora na qualidade de vida da família.

Voltar>>
Atendimento